segunda-feira, 5 de março de 2018

Canto que a noite cala

Jardim Botânico da Universidade de Coimbra. 2016.

Pinto um adeus impossível de pintar. As ruas, a calçada, a cidade inteira Debruça-se em silêncio a ver-me passar, A ver-me a chorar e a pisar nova fronteira. E eu não aguento sentir o adeus no coração Porque em ti hei-de viver no infinito. Dentro do meu peito se esconde a emoção Que eu mascaro com um sorriso bonito. À luz do amanhecer, sonho comigo a partir Sem medo do caminho por onde tenho de seguir. Mas uma saudade o sono me apagou E agora canto o que a noite calou.

16 comentários:

  1. Fiquei emocionada com este poema tão terno e tão intenso, simultaneamente. Também porque, em parte, me revi nesse adeus que nunca serei capaz de dizer a um lugar que me é tanto *.*

    ResponderEliminar
  2. Até fiquei com arrepios ao ler isto!
    Sinto tanto aquilo que aqui escreveste, o não ter vontade de partir e querer prolongar a felicidade.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Que lindo poema :O
    http://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Está bonito. Pode sempre voltar-se a Coimbra...

    ResponderEliminar
  5. É uma sensação que puseste muito bem em palavras! :)

    Beijinho grande *

    ResponderEliminar
  6. Há adeus que nunca dizemos verdadeiramente porque os lugares continuarão a viver em nós. Que lindo poema!

    ResponderEliminar
  7. Tão saudoso e tão belo.
    Ficam sempre as boas memórias para aliviar as saudades.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  8. r: É bom ler isso :)

    Tinhas, sim. E vamos conseguir comprar a saga!

    Enche-me o coração ler isso, minha querida. Muito obrigada <3

    Agradeço imenso o cuidado *.*

    ResponderEliminar
  9. Adorei o poema, é lindo :)

    Compreendo e acho que todos nós, em algum momento já sentimos isso, mas temos de aprender dizer ateus e a levar as lembranças dos bons momentos connosco :D

    Beijinho e bom domingo ^^
    O blog da Mó | Instagram

    ResponderEliminar
  10. Maravilhoso! Ahah a foto parecia outra coisa, é que de repente parece um fantasma à porta do cemitério :)

    XO, https://diamonds-inthe-sky.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. r: É mesmo :) estou rendida ao trabalho do artista!

    ResponderEliminar
  12. r: Concordo, a Grécia é, no seu todo, fascinante *.*
    Um dia havemos de estar a escrever sobre essa viagem!

    ResponderEliminar
  13. r: Sinto isso mesmo, minha querida! E essa evolução é boa, porque nos permite desafiar as nossas capacidades e experimentar ideias novas :)
    É tão bom ler isso, muito obrigada <3

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua visita :)