O Douro no seu pôr-do-sol

novembro 21, 2017

Dia 18 de Novembro de 2017, em Areínhos, Oliveira do Douro.
Fotografia minha.

Sente os lugares por onde passas. Não olhes apenas. Caminha. Caminha devagar e sente a terra húmida, molhada, por baixo dos teus sapatos ou descalça-te e corre pela areia da praia. Tira as mãos dos bolsos e deixa-as livres no ar que te envolve. Molha-as na água do rio e do mar. Escuta as gaivotas que voam no horizonte. Guarda essa paisagem dentro de ti, como que uma fotografia. Passa as mãos nos troncos das árvores, na madeira do banco onde te sentas. Senta-te. Sente as bochechas quentes do sol e o nariz arrefecido pela sombra que vai chegando. Sente a brisa do Inverno frio a chegar aos teus cabelos e deixa-os dançar ao som das folhas caídas, castanhas e crepitantes. Abraça quem está contigo. Sente-lhe o peito a bater, forte e quente, e dá-lhe as mãos. Eterniza momentos efémeros como este.

You Might Also Like

5 comentários

  1. Que foto linda, é mesmo um pôr de sol lindo :). E o teu texto está espetacular, muito profundo e verdadeiro. Incentiva-nos a valorizar as pequenas coisas do dia a dia.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Dar valor às pequenas coisas, senti-las, é tão importante e especial!
    Adorei a foto e o texto, minha querida *.*

    r: Pois compreendo

    Muito, muito obrigada <3

    ResponderEliminar
  3. r: As Anavitória têm uma energia muito calma. As músicas acabam por trazer paz.

    Há situações que deixam de depender só de nós, e isso pode implicar que determinada promessa não seja cumprida. Quando realmente tentamos tudo e, mesmo assim, não é possível, não sinto que haja uma quebra, foi a vida a acontecer e a impedir-nos de realizar algo. No entanto, infelizmente, há pessoas que prometem e depois não têm qualquer preocupação e cuidado para honrar a sua palavra. Aí já não consigo perceber, porque acho que é uma tremenda falta de respeito e consideração pelo outro.

    A Isabel Saldanha tem mesmo o dom da palavra *.*

    Muito, muito obrigada, minha querida!

    ResponderEliminar
  4. Que texto bonito, só senti paz e tranquilidade :)

    ResponderEliminar
  5. Que lindo o que escreveste!
    Adorava conhecer o Douro. O Norte de Portugal tem paisagens de sonho.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua visita :)

Instagram

Em destaque

Carta a uma (c)idade