Vivam felizes

maio 11, 2018

Imagem retirada do Google.


Medo? Medo de quê? Daquilo que nos vai acontecer a todos, inevitavelmente, um dia? Não, não tenho medo. Tenho até uma certa curiosidade. Tenho medo, sim, do sofrimento. Meu e alheio. Pois não suporto ver sofrer quem eu mais amo neste mundo. O resto, o fim da vida... todos nós temos de passar por isso.

Não somos eternos com vida. Mas podemos ser eternos na vida. Na vida de quem nos ama e de quem nos recorda.

Já dizia o nosso grande poeta, "(...) aqueles, que por obras valerosas/Se vão da lei da morte libertando (...)"...

Sejamos nós também assim para o mundo, criemos obras de tanto valor, não no sentido que é dado no poema, mas palavras e atitudes que deixem o mundo mais puro, pacífico e bonito.

Seremos com certeza amados no coração de alguém. Sentir-nos-emos com certeza mais serenos connosco e com o mundo, deixando-o assim um pedacinho melhor.

E lembrem-se... é através de simples gestos aleatórios de gentileza que se muda o mundo.

António Feio dir-nos-ia «Sejam felizes!»... acrescento-lhe... e façam do mundo um lugar mais feliz!

You Might Also Like

10 comentários

  1. Uma pessoa enquanto for recorda por apenas uma outra nunca terá realmente partido, portanto não devemos ter medo de ser esquecidos :)

    ResponderEliminar
  2. A morte, em si, não me assusta. Assusta-me, sim, esse sofrimento. E, claro, é extremamente doloroso imaginar a nossa vida sem os nossos, mas a verdade é que isto é um processo natural. Ninguém vive eternamente. O que podemos é aproveitar a nossa vida ao máximo, porque só temos uma e porque só assim seremos capazes de a valorizar.

    Adorei, minha querida *-*

    r: Também já tinha muitas saudades das tuas! Agradeço, de coração <3

    Beijinho grande*

    ResponderEliminar
  3. Tão verdade querida. "Não tenho medo de morrer, tenho medo de não viver."
    Claro que há muita coisa que ainda gostava de fazer, mas o importante é tocarmos as pessoas e deixarmos boas memórias. Como tu disseste, fazer do mundo um lugar melhor :)

    ResponderEliminar
  4. <3 E sempre que cada um de nós escolhe o Caminho do Amor, sendo mais feliz, o mundo torna-se num lugar mais feliz também!
    Este texto, é um sinal dessa escolha! Que faças muitas outras assim, Carolina! :)

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito do texto e da reflexão que o acompanha! Acho que o mais importante é realmente viver e viver bem, deixando algo de nós nos corações daqueles que amamos e tentando fazer o que podemos para tornar o mundo um lugar melhor.
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  6. r: Agradeço, de coração, minha querida *-*

    Beijinho grande <3

    ResponderEliminar

Obrigada pela tua visita :)

Instagram

Em destaque

Carta a uma (c)idade